segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Feliz Ano Novo!


Novos caminhos

O nosso caminho é feito Pelos nossos próprios passos... Mas a beleza da caminhada... Depende dos que vão conosco! Assim, neste NOVO ANO que se inicia Possamos caminhar mais e mais juntos... Em busca de um mundo melhor, cheio de PAZ, SAúDE, COMPREENSÃO e MUITO AMOR. O ano se finda e tão logo o outro se inicia... E neste ciclo do "ir" e "vir" O tempo passa... e como passa! Os anos se esvaem... E nem sempre estamos atentos ao que Realmente importa. Deixe a vida fluir E perceba entre tantas exigências do cotidiano... O que é indispensável para você! Ponha de lado o passado e até mesmo o presente! E crie uma nova vida... um novo dia... Um novo ano que ora se inicia! Crie um novo quadro para você! Crie, parte por parte... em sua mente... Até que tenha um quadro perfeito para o futuro... Que está logo além do presente. E assim dê início a uma nova jornada! Que o levará a uma nova vida, a um novo lar... E aos novos progressos na vida! Você logo verá esta realidade, e assim encontrará A maior Felicidade...e Recompensa... Que o ANO NOVO renova nossas esperanças, E que a estrela crística resplandeça em nossas vidas} E o fulgor dos nossos corações unidos intensifique A manifestação de um ANO NOVO repleto de vitórias! E que o resplendor dessa chama Seja como a tocha Que ilumina nossos caminhos Para a construção de um futuro, repleto de alegrias! E assim tenhamos um mundo melhor! À todos vocês companheiros(as) que temos o mesmo ideal, Amigos(as) que já fazem parte da minha vida, Desejo que as experiências próximas de um ANO NOVO Lhes sejam construtivas, saudáveis e harmoniosas. Muita Paz em seu contínuo despertar!


terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Mensagem de Natal!

Um natal de luz e amor

Neste Natal o meu maior desejo é que os nossos corações estejam plenos de esperança e que as nossas almas nos movam sempre em direção ao bem comum.
Que o amor nos ilumine e que cada gesto, cada uma das nossas palavras tenham o dom de nos trazer paz e felicidade.
Que o Natal nos inspire na busca da harmonia e da paz. Que este espírito prevaleça sobre o mal e nos ajude a promover a concordância e a aceitação entre todos os seres humanos.
Desejo-te um Natal muito feliz, e sei que este meu desejo, esta minha proposta, será muito bem acolhida pelo generoso coração que tens.


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Dica de congelamento de alimentos


Facilita,evita o desperdício e economiza tempo e dinheiro.
Para que os alimentos sejam congelados adequadamente é importante seguir alguns cuidados básicos.

http://novotempo.com/radio/files/vegetales-congelados.jpg

O congelamento é o tratamento de frio destinado aos alimentos que necessitam de um maior período de conservação.
O método de congelamento de alimentos mantém as características físicas e químicas dos alimentos e também diminui a proliferação de bactérias.
A vantagem do congelamento de alimentos é que melhora a preservação dos alimentos e preparações (que duram um tempo maior quando comparados aos alimentos preservados em refrigeração). Além disso, é possível programar as refeições da semana, tendo sempre à mão uma comidinha feita em casa e bem mais saudável, com economia de tempo e dinheiro.

Congelamento de Frutas
  • As frutas devem ser limpas e os caroços devem ser retirados. Porcione as frutas na quantidade exata que você ou sua família consomem. Coloque uma etiqueta com os dados e coloque na embalagem. As frutas congeladas devem ser consumidas em preparações como bolos, tortas, entre outros.
Congelamento de Hortaliças
  • Para congelar hortaliças é necessário fazer uma técnica chamada branqueamento, que melhor conserva as características como sabor, cor, textura, além de ocorrer também uma diminuição na atividade enzimática e na proliferação de bactérias.
  • O branqueamento se refere à lavagem correta das hortaliças, onde devem ser separadas partes estragadas. Em seguida, deve-se submergir o alimento em água fervente e rapidamente colocá-lo em água fria, para que ocorra o choque térmico.
Congelamento de Carnes
  • As carnes, bem como aves e peixes, devem ser limpos e partes não comestíveis (como a gordura excedente) devem ser retiradas. Esses alimentos devem ser porcionados em quantidades que vão ser consumidas.
Congelamento de Alimentos Pré-Preparados
  • Prepare os alimentos com pouco tempero e não exceda o tempo no fogo, já que os alimentos serão aquecidos novamente.
  • Após o preparo dos alimentos, coloque-os em embalagens adequadas, na quantidade a ser consumida em uma refeição e, em seguida, coloque a embalagem do alimento pronto sobre um recipiente com água fria e gelo. Depois, coloque o alimento no refrigerador e após o resfriamento, coloque no freezer.
Alimentos que não devem ser congelados
  • Ovo com casca, maionese, chantilly, iogurte, banana, pêra, verdura de folha, pudins em geral, tomate, batata, pepino, salsão, creme de leite, queijos cremosos, macarrão sem molho, cremes engrossados.
Descongelamento de alimentos
  • O descongelamento de alimentos é uma etapa que deve ser cuidadosamente observada, a fim de que haja preservação do sabor, textura, aparência e qualidade dos produtos que serão consumidos. O descongelamento, quando feito de maneira inadequada, poderá causar danos irreversíveis e, até mesmo, a perda do alimento. Por isso, fique atento e procure observar alguns procedimentos: 
  •  O tempo que cada alimento pode ficar congelado está relacionado às suas propriedades, à sua correta embalagem e ao armazenamento sob temperatura adequada. Fique atento ao prazo indicado pelas tabelas, para cada tipo de alimento;
  • Não use água diretamente sobre os alimentos para apressar o descongelamento. A água, neste contexto, é prejudicial, pois, além de retirar os nutrientes essenciais, causa danos sensíveis e compromete o sabor;
  • Carnes cruas, laticínios e pratos prontos com molhos cremosos devem ser descongelados na geladeira para voltarem ao seu estado natural, sem perda de nutrientes ou de textura.
  •  O descongelamento dos alimentos à temperatura ambiente também propicia a proliferação de bactérias; por isso, evite descongelá-los na pia;
  • Os vegetais congelados e alguns pratos prontos em geral podem ser diretamente levados ao fogo brando ou forno pré-aquecido, sem maiores preocupações; 
  • Evite descongelar sorvete fora da geladeira, pois ocorre perda de ar, o que provoca alterações no volume e na composição.

Condimentos,ervas e especiarias

Além de realçar  o sabor dos alimentos  possuem propriedades medicinais.


http://www.weblaranja.com/cozinhando/imagens/temperos/temperos.jpg


TIPOS
CARACTERÍSTICAS
PREPARAÇÕES CULINÁRIAS
Açafrão
Apresenta coloração laranja bem escura, aroma forte e sabor agradável, levemente amargo.
Pratos à base de frango, peixes e crustáceos, além de pães, biscoitos e arroz.
Aipo
Encontrado fresco ou em sementes moídas e misturadas com sal para o preparo do sal de aipo.
O aipo ou salsão fresco é utilizado para saladas ou em pratos cozidos à base de peixes, carnes e aves, as folhas são usadas para aromatizar os caldos. O sal de aipo é usado para realçar o sabor das saladas, dos molhos e das sopas.
Alecrim
Encontra-se fresco ou seco. Possui coloração verde-escura, sabor refrescante e aroma bastante intenso. Deve ser utilizado em pequenas quantidades.
Pratos à base de carnes, aves e peixes, em recheios, pães, nas sopas e em alguns molhos.
Canela
É obtida retirando a casca dos galhos de uma árvore de origem chinesa. Pode ser encontrada em pau ou em pó. Tem aroma adocicado e forte.
Compotas, picles, pães, bolos, biscoitos, legumes, doces, pratos salgados e salpicada sobre frutas ao forno ou bananas fritas.
Cardamomo
Sementes de coloração creme contendo pequenos grãos acinzentados, de aroma forte e doce, que devem ser moídos antes de usar.
Pratos de origem indiana, picles, pães e biscoitos, sobre saladas e frutas ou maçãs assadas.
Cebolinha verde
Encontra-se fresca em feiras livre e mercados. Muito usada na culinária brasileira como base em diversos pratos.
Serve para enfeitar saladas, sopas, legumes cozidos, além de aromatizar omeletes ou queijo fresco.
Cominho
É vendido em pó e em grãos. Possui gosto forte, levemente amargo.
Em semente, é colocado sobre pães, saladas de batata ou de repolho. Já o cominho em pó é muito usado para temperar feijão, picadinhos e uma série de pratos salgados.
Cravo
Encontra-se em pó e inteiro. Tem um aroma doce e forte.
Muito usado para doces e compotas, pratos salgados à base de carnes, picles, pães e biscoitos.
Erva-doce
Vendida em sementes, encontra-se em supermercados. Seu sabor é semelhante ao do anis.
Muito usada em chás, devido às qualidades terapêuticas. Utilizada, também em bolos, biscoitos e pães, e no preparo de linguiças.
Gengibre
Raízes inteiras e frescas ou secas e moídas; o aroma é adocicado e penetrante, e o sabor é forte.
No preparo de pratos doces e salgados, nas compotas e nos picles e também nas bebidas, como o quentão. Também utilizado na culinária japonesa.
Gergelim
Pequenas sementes brancas ou pretas, originárias da Índia, com sabor que lembra o das nozes. Pode ser encontrado em supermercados ou lojas que vendem produtos árabes.
No preparo de bolos, pães e pratos chineses ou sírio-libaneses. Serve também para preparar uma espécie de pé de moleque e um óleo de sabor finíssimo.
Hortelã
É encontrada geralmente fresca e raramente seca. O aroma é fresco e ligeiramente amargo.
Muito usada pelos árabes, entra no preparo do quibe e do tabule, nos molhos para carneiro, nas saladas, nas sobremesas, para aromatizar chocolate, enfeitar coquetéis, refrescos e também como chá.
Louro
Folhas verdes, ovais, frescas ou secas. Também pode ser encontrado em pó.
É um tempero muito usado na cozinha brasileira, entrando nas marinadas, assados, ensopados, conservas, feijão e até nas sopas.
Manjericão
Encontra-se fresco ou seco, tem aroma levemente adocicado, lembrando o da manjerona.
Usado com tomates, tanto nos molhos como nas saladas, nas aves, nos peixes, em sopas, carnes de vaca e de vitela.
Mostarda
Como tempero, usa-se somente a mostarda em grão. Apresenta-se em dois tipos: escura e clara, sendo esta última a mais difundida, moída ou em grão.
Em picles, molhos em geral, recheios para peixes, carnes, e legumes. O elemento básico da mostarda é usado em sanduíches, assados e canapés.
Noz-moscada
Encontrada em sementes e em pó. Como todas as especiarias, é preferível moída na hora, para que seu sabor adocicado possa ser mais conservado.
Em recheios, molhos tipo bechamel, legumes como a batata e o espinafre, em pratos à base de ovos ou no preparo de pães, biscoitos, bolos, bebidas e coquetéis.
Orégano
É encontrado principalmente seco. Possui aroma e paladar que lembram os da manjerona, porém mais fortes.
Muito utilizado nas cozinhas italiana, grega e mexicana. Entra no preparo de pizzas, molhos e pratos que levam tomates, além de marinadas, recheios e pratos à base de frango ou de peixe.
Pimenta-vermelha
Também conhecida como pimenta-calabresa, é muito picante e deve ser usada com moderação. É encontrada fresca e em conserva. O ideal é conservá-la na geladeira.
Em linguiças, ensopados, picles e em qualquer prato que tenha que ficar picante. No Brasil é muito utilizada curtida (em pasta ou em molho) ou fresca e picada, servida juntamente com a comida.
Pimenta-do-reino
Apresenta-se em dois tipos: a preta (em grãos ou moída) e a branca, que é nada mais que a preta sem casca (também pode ser encontrada em grãos ou moída).
Em quase todos os pratos salgados e inclusive em pratos doces. A branca é usada em pratos mais delicados, pois é menos ardida e menos aromática.
Salsa
É vendida fresca, muito saborosa, mas é encontrada também seca e esmigalhada, com sabor pouco acentuado.
Para temperar e enfeitar quase todos os pratos salgados. Pode ser utilizada cozida ou crua.
Sálvia
Folhas verdes e prateadas, aveludadas e levemente acinzentadas. Encontrada fresca ou seca (folhas inteiras ou em pó) em feiras livre ou supermercados.
Em pratos de carnes, aves, peixes, queijos e pães.
Segurelha
De sabor forte e picante. Em casas especializadas, encontra-se fresca ou seca. A seca também é encontrada em supermercados.
Pode ser usada com ótimos resultados em pratos à base de frango ou de carne, arroz, ovos e legumes. Muito gostosa também com favas e feijão-branco, e ainda sobre saladas, marinadas e molhos.


Tomilho  Pode ser encontrado fresco nas feiras livres e supermercados. Tem folhinhas miúdas, de cor verde-escura.  Indicado para carnes, aves, peixes, legumes, molhos, sopas, pratos com ovos e queijos.                                     



Trocas que fazem muita diferença

http://4.bp.blogspot.com/-I-yUWlwD6U8/UGSWcTqYR4I/AAAAAAAAHPw/xXHBbbuKhQE/s1600/trocas%2Bsaud%25C3%25A1veis.jpg


Mudanças nos hábitos alimentares que trazem benefício à saúde.

1.    Pão francês por integral
2.    Leite integral por desnatado
3.    Óleo de soja e outros por azeite
4.    Pizza de mussarela pelas de vegetais
5.    Salgadinhos por castanhas
6.    Cereais açucarados por aveia
7.    Camarão por peixe
8.    Margarina por manteiga
9.    Chá de ervas por chá-mate
10. Cebola branca por cebola roxa
11. Molho branco pelo de tomate
12. Chocolate ao leite pelo amargo
13. Sal por ervas e alho
14. Frango com pele pelo frango sem pele
15. Pipoca de micro-ondas pela de panela

Aproveitamento das sobras de alimentos

  •  Arroz: bolinhos, risoto, arroz de forno, salada, massa para torta ou pizza.
  • Feijão: sopa, bolinhos, tutu, farofa, salada. 
  • Legumes cozidos: sopa, purê, suflê, bolinhos, recheios.
  • Massa de pastel: Abrir bem fina, cortar em tirinhas e fritar em óleo quente, polvilhar com açúcar e canela. Ou cortar em tiras e enrolar salsichas e fritar. 
  • Bacalhau cozido ou assado: bolinhos, salada, farofa, mexido com ovos,recheios.
  • Carne assada ou cozida: bolinhos, croquetes, farofa,picadinho, recheios. 
  • Macarrão cozido: salada, bolinhos, sopa.
  • Frango assado ou cozido: arroz  de forno,risoto,salada,salpicão,croquete,bolinhos,farofa,picadinho, recheios. 
  • Lombo ou pernil: salpicão, croquetes, picadinho, mexido com ovos, ou com molho de tomates.
  • Peixe ou camarão: salada, salpicão, croquetes, recheios.

    http://4.bp.blogspot.com/_YFimVzwLCm4/SfMgV_5L1yI/AAAAAAAAF78/9BvGwC9CkVc/s400/alimentos.gif

Dicas sobre preparo de bolo


Dicas

1) É muito importante pre-aquecer o forno. Isso garante uma assado homogêneo e em temperatura média-alta durante todo o cozimento. Ligue o forno assim que entrar na cozinha para separar os ingredientes. Observação: Em um forno com temperatura muito alta, o bolo assará primeiro nas laterais, elevando o centro, provocando o formato “cogumelo”.

2) Sempre asse o bolo no meio do forno, onde a temperatura é mais homogênea. Supondo um forno de duas prateleiras a gás, o nível inferior (chão) a temperatura costuma ficar muito alta e na superior, muito baixa.

3) Para garantir um bolo “molhadinho”, coloque uma forma com água no “chão” do forno. Atenção: faça isso assim que ligar o forno, pois se deixar para colocar quando a água junto com o bolo a temperatura do forno vai cair, visto que terá troca de calor com o bolo e a água. Claro que vc pode colocar uma forma com água já fervendo, mas é mais arriscado de acontecer algum acidente, concorda?

4) Sempre usar ovos frescos.

5) Para um melhor resultado, prefira usar manteiga e ovos em temperatura ambiente. Para isso, basta deixá-los cerca de 40 minutos fora da geladeira.

6) Sempre usar manteiga sem sal. Para mim, essa regra vale sempre! Para qualquer coisa que eu cozinhe que leve manteiga.

7) Quando usar farinha integral (nunca deve-se usar mais que 50% do total de farinha da receita), peneire para eliminar os grãos maiores. Na verdade, você pode sempre peneirar todas as farinhas se desejar. A princípio, isso deixa a massa mais fofa.

8) Sempre use o açúcar refinado. Cristal ou demerara podem aparecer em algumas receitas (raro!), mas em geral eles exigem que o açúcar seja dissolvido na manteiga em fogo brando.

9) se for fazer um bolo que leva passas, gotas de chocolate ou similares, antes de acrescentá-los a massa (geralmente uma das últimas coisas a serem feitas antes do bolo ir para o forno) passe-os na farinha. Uma colher de sopa para uma xícara costuma ser o suficiente. Isso garante que eles sejam distribuídos uniformemente na massa. Ou seja, não fiquem concentrados no fundo da forma.

10) O fermento geralmente deve ser o último ingrediente a ser acrescentado, pois conforme coloquei acima, ele deve ser misturado apenas até que seja incorporado à massa. Muitas receitas determinam que ele deve ser acrescentado junto com a farinha (no meio do processo, geralmente depois de ter dissolvido o açúcar na manteiga). Eu sempre ignoro essa recomendação e o acrescento no final, tgente que gosta, mas eu prefiro meu bolo bem fofinho.

11) Não esqueça de untar a forma antes de colocar a massa. O que é isso? Nada mais do que passar manteiga, margarina ou óleo por toda a parte da forma em que a massa deve entrar em contato. Você também pode polvilhar com farinha depois de untar como garantia extra. Se não untar a forma, não conseguirá desenformar o bolo ou terá dificuldade de cortar pedaços inteiros.

12) A não ser que você esteja fazendo um brownie ou cupcakes/muffins, um bolo não estará assado antes de passados 40 minutos. De nada adianta ficar abrindo o forno de 5 em 5 minutos para ver se já está bom. Tente resistir a tentação de abrir a porta do forno pelo menos nos primeiros 3/4 do tempo de cozimento indicado na receita. Este é um período crítico do cozimento e da ação do fermento.

13) Para verificar se um bolo já está cozido, enfie um palito/garfo/faca no centro. Se sair limpo, o bolo já cozinhou por inteiro. Se ele sair com massa grudado nele, ainda deve ficar alguns minutos no forno.

14) Não tente desenformar o bolo quando ele estiver quente, pois provavelmente ele rachará ou se quebrará.

*Como última dica queria sugerir que sempre que possível acrescente algum legume a sua massa de bolo. Eles não costumam alterar o sabor e ainda proporcionam mais umidade ao bolo. Sem contar que acrescentam nutrientes. Algumas sugestões são o bolo de cenoura (claro!) e abobrinha ou purê de beterraba no bolo de chocolate. Hummmm…

sábado, 5 de outubro de 2013

Oração da Cozinheira





Essa é uma pequena homenagem a todas nós, cozinheiras do dia-a-dia. que estamos sempre em busca de receitas boas e fáceis pra fazer para nossas famílias e amigos.
Abraços.

Oração da Cozinheira

Deus, Abençoa minha pequena cozinha,
pois amo cada um de seus cantinhos.
E abençoa-me enquanto trabalho,
lavo panelas e cozinho.
Possam as refeições que preparo serem temperadas do Alto,
com Tuas grandes bênçãos e Tua graça, mas acima de tudo Teu amor.
Ao partilharmos o alimento terreno,
à mesa perante nós posta, não nos esqueçamos de agradecer-Te Senhor,
o pão que a cada dia nos dá.
Abençoa, pois a minha pequena cozinha, ó Deus,
e aqueles que nela entrarem, possam eles só alegria,
paz e felicidade encontrar.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Pãezinhos de Requeijão.





Ingredientes

2 tabletes de fermento biológico (30 g)
1 ovo
1 copo de Requeijão Cremoso
4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
3 xícaras e meia (chá) de farinha de trigo , aproximadamente
manteiga para untar
farinha de trigo para polvilhar
gema para pincelar
queijo parmesão ralado para polvilhar

Modo de fazer:

Dissolva o fermento em meia xícara (chá) de água morna. Junte o ovo, o Requeijão, o queijo ralado e misture bem. Acrescente a farinha de trigo aos poucos, até que a massa esteja homogênea e grude levemente nas mãos. Cubra e deixe descansar até dobrar de volume. Sove a massa até que fique macia e lisa, acrescentando o restante da farinha. Separe pequenas porções da massa e modele pãezinhos. Coloque em assadeira untada e polvilhada, cubra e deixe descansar por cerca de 30 minutos ou até dobrar de volume. Pincele com gema, polvilhe o queijo ralado e leve ao forno médio-alto (200 ºC), pré-aquecido, por cerca de 45 minutos ou até que estejam dourados.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Gomes da Costa.

Provando algumas das Delicias recebidas.

Patê de Salmão.
Acompanhamento perfeito pra uma torrada.
Simplesmente Maravilhoso!



Molho com Atum ao alho e óleo.
Divino, servido com espaguete al dente.
Acompanhamento, Aspargos Verdes. (1º vez q provei, Adorei)!




Massa Básica para salgados assados.

Resolvi testar essa receita e esta aprovadíssima.
Fiz esfirras (de carne com catupiry), mas pode ser qualquer salgado assado.
Com recheio a seu gosto.
Tive ajuda da minha pequena (9 anos), que aos poucos esta se aventurando na cozinha.










Para a massa (xícara medidora 150ml):

1 e 1/2 (ou 200ml)  xícaras de água morna
1/2 xícara de óleo
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher  (sopa) de sal
1 colher (sopa) de fermento biológico seco (não é fermento de bolo, é o de pão)
1/2 kg de farinha de trigo

Misture: o óleo, o açúcar, o sal e o fermento, junte a água morna, em seguida a farinha de trigo aos poucos, com as pontas dos dedos, não é preciso sovar muito, só alisar a massa. Faça os salgados que preferir, pincele gema de ovo e leve ao forno pré aquecido por 40 minutos aproximadamente.